Montag, 25. Oktober 2010

...


"Ele pode estar agindo estranho, como se estivesse planejando algo e pior, escondendo algo de mim, mas eu preciso confiar nele. Er ist mein Bruder, afinal. Ele sabe tanto quanto eu como foi doloroso quando nos separamos, ele não arriscaria perder o que temos hoje."

Foi isso que eu pensei.
Mesmo tentando acreditar nisso, minha cabeça não parava de latejar, como se quisesse me alertar de algo.
Sai da casa do Sadik decidido em ter uma conversa séria com Gilbert.
Quando cheguei em casa só consegui ficar em silêncio, eu não queria que ele pensasse que eu não confiava nele, eu só queria calar aquela voz na minha mente que me pedia para desconfiar. "Do que eu estou com medo?" eu me perguntei, a resposta dele não vai ser ruim, não deve ser nada. É, ele não arriscaria tudo... 

"Bitte..."

No fundo, eu sabia que eu só estava me iludindo.
Quando eu comecei a perguntar, eu vi.
Vi o que eu mais desejava não ver, vi aquilo nos olhos dele, soube na hora que todas as minhas esperanças tinham sido em vão. Perdi o controle, comecei a insistir, não queria acreditar.
Ele riu.
O jeito de rir, o brilho nos olhos...eu já estava familiarizado com o jeito que um lunático podia agir.
Senti um peso no coração em ver no que meu Bruder havia se transformado. E eu, não havia percebido a tempo...


Ouvi a notícia sentindo o desespero se apossar do meu corpo. 
Eu queria gritar, brigar com ele, obrigar ele a consertar tudo e se desculpar com todos, mesmo que eu soubesse que era tarde demais.


Eu atendi a porta que chamava, as pessoas queriam tirar meu irmão de mim.
Ele merecia ser entregue a aquelas pessoas e eu provavelmente merecia a perda do meu último irmão, mas eu não podia fazer isso.


"Ich war einfach ein Feigling."


Vocês podem me atacar, eu estarei pronto, mas não esperem que eu caia facilmente e muito menos que meu Bruder caia.


O que está feito, está feito. Não há como voltar a trás, eu vou simplesmente seguir os planos do meu irmão junto com ele.
Eu não queria que isso tivesse acontecido, mas não vou perder mais tempo me lamentando.

"Wir sind besonders gut im auf die Fresse hauen, auch im Feuerlegen - kann man uns vertrauen. Wir sind jederzeit für ’nen Krieg bereit."
 
Eu vou só gastar esse tempo me preparando para atacar e defender.


Em falar nisso, já estou me ocupando com alguns "preparativos".






Nesse momento, a Alemanha está ocupando Kaliningrad. Convenci meu Bruder a colaborar em apenas evacuar os civis da cidade de modo seguro, mas se a Lituânia ou a Polônia dificultarem (estamos levando eles para lá pacificamente, depois eles se viram sozinhos), vamos fazer do jeito tradicional.
Eu sei que aqueles russos não tem culpa mas, devo avisar, se formos atacados transportando esses civis, vamos simplesmente deixar eles a deriva e parar de tentar fazer as coisas com segurança. Se eles levarem um tiro, pisarem em uma mina, forem explodidos ou até..."servirem de passatempo" para o meu exército, isso não vai ser mais problema meu.
Eu poderia sair simplesmente matando todos, mas isso seria perda de munição. De qualquer jeito, eles iriam acabar morrendo no meio dos ataques.
Então peço que facilitem.
No passado, os soviéticos exterminaram e expulsaram sem dó os antigos moradores de Kaliningrad e eu só não usei o mesmo método porque não quero cair no mesmo nível.
O lugar tem uma força militar considerável, por sorte Alfred conseguiu segurar as pontas até que meus homens chegassem, ainda encontramos certa resistência mas está quase completamente contida.
Como eu já disse, estamos evacuando os civis, mas não estamos evacudando os militares sobreviventes abatidos junto. Acho que todos sabem o que eu faço com prisioneiros de guerra.
A construção já começou.

Devo acrescentar que Kaliningrad não existe mais. O que existe agora se chama Königsberg e quando vencermos essa guerra, os verdadeiros merecedores viverão naquelas terras que tem direito.


Meu Bruder se aliou sem que eu soubesse aos Estados Unidos da América, eu não sei como ele fez isso, mas fez.
De qualquer jeito, ele é um forte aliado para se ter, não há como negar. Só imagino que será complicado lidar com o humor dele. Apesar de eu ter conseguido manter boas relações com ele recentemente, admito que ele tem certas atitude que...bem...são um problema. Principalmente durante treinamentos...

[Off: Ciel e Alois no centro q]


Imagino que a Rússia logo irá se aliar a China, Taiwan vai cuidar disso junto com o Japão e claro, com uma mãozinha do Alfred.
Feliciano...bom, estamos nessa de novo. ~_~"
Me sinto de volta a 1939...mas espero não repetir certas coisas...principalmente a batalha em Stalingrad.
Creio que não vai demorar para Canadá, Inglaterra e França ficarem contra mim, provavelmente com interesses mas seguindo o tratado da OTAN como desculpa. >.>
E...er...parece que Roderich decidiu o lado dele junto com Elizabeta...mas não tenho certeza ainda se é oficial.

A todos que se juntarem a mim e ao meu Bruder, tenho a dizer: Eu farei mais do que o possível para que não tenham problemas, podem contar comigo e pedir minha ajuda quando precisarem que eu virei ajudar, mas claro, eu espero o mesmo de vocês.

Agora, aos meus inimigos, não tenho nada a dizer, a não ser: Preparem-se.


Nihon, Taiwan, me desculpem por colocar vocês dois contra alguém da família. Mas convenhamos, Nihon sabe que vai sair ganhando se cooperar e Taiwan, já está mais do que na hora do Yao te dar independência.

Feliciano, bitte, não deixe seu fratello fazer besteira dessa vez. Considere essa uma segunda chance que eu estou te dando, não jogue isso fora. E eu imploro, não se machuque sozinho e se estiver em perigo me chame imediatamente!

Todos devem estar preparados para a luta até o dia 29 de Outubro.

Bom, é isso. Nos vemos no campo de batalha. Meu Bruder apenas quer as terras dele de volta, seria bom se vocês simplesmente cooperassem com isso...mas eu sei, é impossível, então vai na marra.


[Off: Vamos esperar a Peth/Prússia estar disponível antes de oficialmente atacar, ok? Digo, fazer a enquete e tals...mas postem algo sobre a guerra, tipo a posição de vocês e o que tem em mente assim, tipo, por cima, para já irmos tendo ideias, hm...desculpem se eu exagerei na maldade do Ludwig ¦D é, é isso q]


Kommentare:

  1. o__________________________________o

    Que história é essa de sair arrastando mio fratello pra essa guerra maluca?
    Não nos envolva nisso u-u -simenvolva

    AntwortenLöschen
  2. Romano: Tarde demais. ~_~

    Alfred: É, mas não baixe a guarda!

    AntwortenLöschen
  3. Não se preocupe, conheço bem as consequências (tanto boas quanto más) se eu cooperar com vocês.

    AntwortenLöschen
  4. Pensava que vc tinha mais juízo, Ludwig...

    "Acho que todos sabem o que eu faço com prisioneiros de guerra." Não gostei desta frase, me lembrou a última guerra...

    AntwortenLöschen
  5. Me desculpe você se decepcionar comigo. Mas, agora estamos juntos nessa. Até o fim.

    Rache Kreuz? Um belo nome, devo acresentar.

    [OFF: Rache Kreuz! Avance! Para a vitória na WWIII e chutarmos a Sucata! 8D]

    AntwortenLöschen
  6. [ Off~ O post ficou mó legal e <3 SUCATA VAI G... digo digo... SUCAG VAI GANHAR *apanha* ]

    AntwortenLöschen