Donnerstag, 14. Oktober 2010

Der Ausbruch.

[Off: Para quem não sabe, a Itália declarou guerra a Alemanha e se juntou aos Aliados no dia 13 de Outubro de 1943 o.o]

Hallo.

O dia 13 de outubro já passou, essas 24 horas sempre são tensas para mim.
E então se completou 67 anos, mas a sensação ainda é a mesma.
Me sinto vazio.
Eu sei que, de certo modo, Feliciano não trocou de lado porque quis, mas ainda sim...
Não consigo deixar de pensar que o mínimo que ele podia ter feito era evitar. Eu socorri ele todas as vezes que ele precisou, eu não ficava exigindo o mesmo tratamento vindo dele, eu me acostumei a tudo.
Era minha tarefa estar do lado dele, eu havia feito uma promessa.
Mas de repente, não havia mais como eu estar do lado dele.

Ele não me causaria mais problemas, mas os dias que se passaram foram ficando cada vez mais complicados, não estavam mais repletos de pasta ali e pasta aqui, dores por comer gelato demais, sorrisos bobos e assuntos banais.
Ele não estava mais aqui. Eu não tinha mais obrigação nenhuma de cuidar dele então...por que eu me preocupava tanto com o que ele estava fazendo? Tentei acreditar que era para previnir um ataque mas eu conheço ele melhor que ninguém, não precisava me preocupar com isso. Então, por que eu me importava tanto? Só conseguia pensar em como eu era um idiota.
Eu comecei a me estressar muito com isso, eu não posso ter pena do meu inimigo, muito menos sentir afeto por ele. Isso não tem cabimento.
Logo chegaram as ordens para invadir a Itália e eu fui.
Eu estava de cabeça quente, achei que talvez me vingar melhoraria e me faria esquecer.
Mas não fez.

Naquele dia, em 1943, eu não vi Feliciano. Foi um dia vazio, sem bobagens, sem risos.
Só desgosto.
E todo ano, eu repito esse dia.
Eu não encontro Feli, ás vezes ele simplesmente não vem até minha casa por medo, ás vezes ele vem porque esquece o dia e eu não deixo ele entrar.
E pela 67ª vez, eu estava pronto para esse dia vazio.

Acordei no horário normal e tomei café com meu sonolento Bruder que deve ter ficado até tarde no computador de novo. Ele negou que isso tenha acontecido quando eu perguntei, mas eu sei quando ele mente por isso, dei uma bronca nele e perguntei o que de tão importante ele fazia que durava até de madrugada, ele respondeu "coisas de homens" e implicou que eu devia saber do que se trata.  ~_~


Ou seja, tivemos um café da manhã como num dia qualquer.
Resolvi fazer um faxina pois limpar minha casa costuma me deixar satisfeito e me distrai. Mandei que mein Bruder me ajudasse, ele tentou dar a desculpa que tinha algo super importante e awesome para fazer, mas com um pouco da minha boa e velha persuasão, ele cedeu. Nem queiram saber o que eu fiz.
Passamos a manhã limpando e acabamos perto da hora do almoço, que eu fui preparar.
Minha casa já é bem limpa, então não deu muito trabalho, por causa disso tudo acabou muito cedo e eu voltei a me sentir estranho. Depois de comer, resolvi limpar o porão.
Não que seja um lugar horrível, mas eu limpo com uma frequência menor, apenas isso. u.u'

Meu Bruder disse que deveriamos deixar para outro dia, mas eu insisti, por fim ele pediu para limpar sozinho já que ele vivia as minhas custas, era o mínimo que ele podia fazer.

Pensei em sair, mas fiquei com um tanto de receio em encontrar Feliciano lá fora. Precisava fazer algo que me fizesse parar de pensar no dia em que eu estava, fechei meus olhos e franzi a testa, tentando encontrar uma saída.
Por fim, abri e fui até o meu quarto assistir algum dos meus...filmes.

Não interessa que filmes eram. >_>

De qualquer jeito, depois que eu sai fui tomar banho e depois fazer o jantar. Sim, eu passei a tarde inteira assistindo filmes, algum problema?! ò__ó
u___u
Eu e meu Bruder jantamos normalmente, depois eu fui lavar a louça e ele foi ver TV.
Depois que terminei, fui chamado na sala.

- Ei, ei, West! Venha ver esse filme, é muito engraçado! - disse meu Bruder.
- Filme, eh? - tirei o avental e fui até o sofá, me sentando ao lado do meu irmão.

Achei que ver um filme engraçado seria uma boa ideia.
Era sobre uma família, pela linguagem que eles falavam deviam ser italianos, haviam legendas para que eu entendesse.
Fiquei admirado, eram uma família muito feliz e alegre, estava achando um filme muito bonito até que descobri que a família era judia. =.=
Não é um problema ser judeu, o problema é a época que o filme retrata.
Uma época que eu conhecia muito bem.
Eu devia ter parado de assistir naquela hora, mas continuei. A família foi levada para um campo de concentração, o filme começou a me irritar quando houve uma cena em que o "pai" mentiu dizendo que sabia falar alemão para um soldado, enquanto esse tal soldado explicava as regras do campo, o italiano traduzia tudo errado como se fossem as regras de um jogo maluco. -_-
Aquilo era para ser uma coisa séria! Como aquele italiano podia estar brincando daquele jeito?

- Isso é palhaçada...- resmunguei durante a cena. - Esse filme faz parecer que um campo de concentração era um circo e os soldados eram os palhaços!

- Mas é uma comédia, West! - argumentou meu irmão. - Ele só não queria que o filhinho dele soubesse o que estava acontecendo, eu teria feito o mesmo para você.

- Argh, que idiotice. Isso é uma mentira. Não deviam retratar essa época desse jeito!! Não foi assim que aconteceu e essas besteiras jamais teriam sido reais, isso só faz as pessoas terem ideias erradas sobre o que acontecia.

- Hm...a intenção nem deve ser essa, deve ser mostrar como o amor é importante e blá blá blá... - ele parou ao ver uma expressão de desgosto misturada com raiva. - Deixa para lá... ^^'

Teimoso, eu continuei assistindo, mas foi a gota d'água quando no final um oficial americano apareceu em um tanque e pegou o garotinho. A música, os sorrisos de todos os oficiais, fazem parecer que eles foram algo como heróis!
Eles não foram os bonzinhos coisa nenhuma! Eu posso ter cometido meus erros, mas em uma guerra, nenhum dos lados é bom! Mas essas porcarias de filmes, eles fazem do jeito que querem. ¬¬

- Absurdo... - comecei. - ...completamente absurdo! Engraçado, eles não fazem filmes falando dos crimes de guerra dos Aliados, não é? Claro, se foram ignorados antes, agora também devem ser! Ninguém faz um filme sobre as 14 mil mulheres alemãs que foram estupradas por ingleses e norte-americanos, nem sobre o Exército Vermelho se divertindo em Berlim até 1948 e muito menos como os Aliados tratavam os prisioneiros de guerra e até mesmo civis! Ao invés disso, fazem um filme de um italiano retardado que acha que veio para uma festa ao invés de trabalh...

De repente, me dei conta que meu Bruder estava dormindo profundamente enquanto eu falava. >__>
Talvez eu tenha exagerado na minha "chatisse".
Desliguei a TV no controle e segurei as pernas do meu Bruder, fazendo com que ele ficasse esticado no sofá.
De pé, levei as mãos ao rosto, pensando no que fazer. Desejei que as horas passassem mais rápido.
Comecei a andar pela sala, de um lado para o outro, tentando pensar em algo para fazer. Decidi usar o computador.
Ao ligar, me deparei com um papel de parede que eu não me lembrava de ter colocado.


Eu devia seguir o que dizia na foto.
Por algum motivo, me lembrei de quando "fizemos as pazes". Ou melhor, quando ele tomou coragem de vir até mim. Eu acabei perdoando ele fácil e rápido, como sempre, mas nunca esqueci. Naquele momento, quando vi ele correndo e chorando repentinamente até mim, depois do tempo que passamos sem se ver, eu chamei ele para um lugar escondido e foi isso que aconteceu.


Eu me lembro de cada palavra que ele disse, principalmente do "Ci dispiace, Ludwig! Per favore, ti amo!".
Se ele foi até mim aquela vez, porque diabos eu demorei 67 anos para perceber que eu também devia ir até ele? Eu não devia ter evitado ele todas essas vezes, não quando ele mais precisava me ver.

Era exatamente meia noite quando eu bati na porta de Feliciano e ao me atender, eu o abracei.

"Verzeih mir, Feliciano! Bitte, Ich liebe dich!"


[Off: Ufa, consegui o_o Ignorem as roupas, meio nada a ver eles estarem de farda a meia noite, mas... ><" Esse foi mais fácil de fazer, fiz esse post em 1 hora e meia <3 Eu estava ansiosa em fazer uma homenagem assim em 13 de Outubro. O filme citado se chama A Vida é Bela, as cenas que irritaram o Ludwig foram essa e essa, quando eu vi esse filme eu tive a impressão que os americanos eram bonzinhos e panz e depois percebi que é uma impressão meio errada porque eles fizeram merda também. Desculpem se meu Ludwig é muito meloso o.O Bom, logo começa a guerra, daí ele vai ficar mais sério ^^']

Kommentare:

  1. [off: o post ficou perfeito (como sempre xD) A segunda foto foi montagem sua? *-* no começo eu pensei "a guerra ja ia começar hj?" -baka to lesada ^^']

    AntwortenLöschen
  2. Hum, sei como é, você confia em uma pessoa e ela simplismente te trai depois de tudo que você fez por ela u.û

    [OFF: Mesma coisa acontece no filme do Pearl Harbor, parece que só os americaanos tem familia e só eles sofreram]

    AntwortenLöschen
  3. Prússia sempre dá um jeito de escapar do serviço...>.<
    Realmente é difícil ver os dois lados da moeda numa guerra truculenta tal qual foi a 2ª Guerra Mundial. Acho que todos nós cometemos erros e acertos. O importante é aprender com eles. (Nossa, hoje estou filosofando?! WTF?!)

    [Off: Meu pai mesmo assistiu A Vida é Bela e não gostou. Filme de Oscar geralmente é difícil de alguém gostar. Parabéns, post enorme e bem escrito, hehehe]

    AntwortenLöschen
  4. [OFF: Realmente, esse post foi interessante. o.o Gosto do Alfred, mas esse hábito que eles tem de mostrar que só eles são heróis é dose. u.u'' Tanto que eu não curto muito ver essas histórias de épocas. Prefiro um livro (que não seja de ficção) mesmo. Apesar de que... bom, WWII tem suas controvérsias. Deve ser inclusive por isso que eu gosto e não me canso desse assunto. Tem coisas que a gente nunca vai descobrir, mas enfim, uma história tem várias versões.]

    AntwortenLöschen
  5. West, aquilo é um filme de comédia, não leve a sério .-.

    Mas acho que fui imaturo dormindo na sua discussão ><

    [OFF: Mais um post bonito *-*

    Mas bem, é complicado mesmo ver os dois lados de uma moeda. Ainda mais da Alemanha, que foi quem começou a guerra. Em uma briga, nenhum dos lados está certo. Então, é algo dicussivo.]

    AntwortenLöschen
  6. [off: americanos e suas manias de serem os heróis em tudo -.-' e seu post ficou muito lindo *---*]

    AntwortenLöschen
  7. Romano: [Off: lol Obg ^^ Eu só escrevi Insieme per sempre na imagem o.o]

    Sadik: ...é.
    [Off: aham x_x]

    Kirkland: Pena que você é o único Aliado que pensa assim.
    [Off: Obg. Eu até gosto do filme, mas ele pode ser bem "alienativo". x_x

    Noruega: [Off: Concordo com tudo que você disse. ><]

    Bruder: Mas é um exemplo ruim para quem não sabe o que realmente aconteceu. =_=
    É, foi.
    [Off: Sim, é tenso.]

    Kiku: [Off: Obg ^^ Pois é @_@]

    AntwortenLöschen